O QUE FAZER PARA EVITAR A FALÊNCIA DA SUA EMPRESA?

Apesar do empreendedorismo em alta, o número de falências cresceu no Brasil no ano de 2019.


Segundo pesquisa realizada pelo Sebrae, uma em cada quatro empresas, fecham antes de completar 2 anos de atividade.


Entre os principais motivos que levam a falência das empresas, estão os problemas com impostos, a baixa procura nos produtos ou serviços, os problemas financeiros e de gestão.

Entretanto, apesar dos dados alarmantes, a falência pode ser evitada. Mas é necessário que o empresário tome medidas para preservar o negócio e superar a crise. Confira algumas dicas para não enfrentar a temida falência:


1 – Identifique possíveis erros de gestão: analise a situação da empresa, para que consiga identificar quais fatores deram causa à crise.


2 – Desenvolva um plano de negócios: um plano de negócios é fundamental para qualquer empresa.


Esse tipo de documento inclui análises financeiras, informações sobre a situação do mercado, orçamento, possíveis lucros, entre outras informações importantes para continuidade da empresa.


Contudo, além de desenvolver o plano, é necessário ter disciplina para colocá-lo em prática, metas e visão de longo prazo.


3 – Reduza gastos desnecessários: os gastos da empresa devem ser estratégicos. Gastos desnecessários como os com mão de obra ociosa, gastos indiretos de fabricação, despesas gerais com telefone, luz e água, devem ser reduzidos ao máximo.

Aposte em custos estratégicos, ou seja, aqueles capazes de otimizar ou potencializar os resultados da empresa, como por exemplo, em ações de marketing.


4 – Renegocie as dívidas: busque os credores para renegociar as dívidas. Demonstrar interesse na negociação, é crucial para conseguir melhores taxas e prazos para pagamentos e para a manutenção do crédito.


5 – Inove nas ofertas de produtos ou serviços: entenda as necessidades e desejo de seus clientes, e ofereça serviços diferenciados no mercado. É importante, também, ter uma estratégia agressiva de preços para garantir a lucratividade.


6 - Contrate um advogado: O advogado ou o escritório de advocacia ajuda na estratégia empresarial de forma inteligente e econômica. Prevenção é o melhor caminho, tanto para os grandes, como para os pequenos empresários. A advocacia preventiva traz tranquilidade e sucesso para o empreendedor, pois um trabalho de consultoria jurídica preventiva pode evitar que problemas rotineiros tomem grandes dimensões e acabem sendo levados à Justiça.


7 – Entre com um processo de recuperação judicial: a recuperação judicial é uma medida instituída pela Lei nº 11.101/2005, que busca evitar a falência da empresa, quando esta já não possuir mais capacidade para adimplir suas dívidas.


Por meio da recuperação judicial, a empresa reorganiza suas dívidas perante os credores, podendo pagá-las em prazos maiores.


Além disso, o processo de recuperação permite que a empresa mantenha sua atividade, possibilitando a obtenção de receita para que possa quitar seus débitos.

Mas lembre-se, tome esta medida, apenas em último caso. Antes, busque conselhos de especialistas do ramo, que possam ajudar na tomada de decisões importantes e evitar a falência da empresa.


O Escritório Gantzel Advocacia é especialista em Direito Empresarial, e está a disposição para maiores esclarecimentos e dúvidas.


Grande abraço.